A linguagem e a morte - Um seminário sobre o lugar da negatividade

Giorgio Agamben

R$ 37,00

Sinopse

Na tradição filosófica ocidental, o homem representa uma ruptura do continuum natural. Como animal falante, habita a clareira em que se abre toda significação, todo dizer; como mortal, encontra sua dimensão mais autêntica na antecipação de sua própria impossibilidade radical. Questionar o lugar e a estrutura desta negatividade constitutiva é ponto de partida para uma compreensão, em toda sua profundidade, da relação essencial estabelecida entre morte e linguagem.

Tradução:
Burigo, Henrique
Área:
Filosofia
Coleção:
Humanitas
ISBN:
857041515-X
Ano | Edição:
2006 | 1ª
Páginas:
165
Editora:
UFMG
Dimensão:
22 x 1 x 15 cm
Peso:
300 g

Editora da Universidade Federal de Minas Gerais

Receba nossas promoções em seu e-mail!